[ home ] [ perguntas ] [ cadastro ] [ login ]



Precisando de dinheiro? Faça um Reescalonamento de Dívidas!



Valor em Reais

R$ ,00
Duração

meses
Taxa de juros (se decimal, usar ponto)

%

Exemplo: R$ 5000,00 em 12 meses e juros de 4,5%


Uma das formas de se levantar dinheiro rapidamente é refazendo, ou refinanciando um empréstimo já existente. A instituição financeira libera um pouco mais de dinheiro, e o que faltava antes pra terminar o empréstimo é somado ao dinheiro novo recebido.

Pode-se dessa forma, além de levantar dinheiro, alterar o valor das parcelas que você já está pagando. Essa é a única forma de alterar o valor. Por exemplo, se você acha que a parcela de seu financiamento está muito alta, peça um pouquinho mais de dinheiro no banco e refinancie tudo. "Estique" o prazo de pagamento, diminua o valor da parcela, e pronto.

Nem sempre os bancos falam dessa alternativa. Por isso, é bom ficar atento. Ao fazer um refinanciamento, você deve tomar cuidado e não mudar para um novo empréstimo com juros maiores. Isso porque, ao refinanciar, alguns bancos já prevêem esse cenário, e oferecem um novo empréstimo com outro nome e outras taxas, mais altas. Aí não compensa.

Um outro nome para o refinanciamento é reescalonamento de dívidas. Refazimento também é um nome que pode aparecer por aí. Em alguns casos, é possível juntar não só os empréstimos, mas dívidas de cartão de crédito, tarifas atrasadas, cheque especial, entre outros. É uma boa saída para quem está muito enrolado. Fique atento, pois o reescalonamento de dívidas, de fato, é a última alternativa que os bancos oferecem. Depois disso, seu nome pode ficar sujo.

Pré-requisitos:

Para fazer um Reescalonamento de Dívidas, são pré-requisitos:
  • Ser correntista de algum banco, e ter conta corrente.
  • Não ter restrições impeditivas, como SERASA, SPC, etc. Em alguns casos, algumas restrições, se forem fracas, ainda permitem a renegociação.